terça-feira, junho 22, 2010

Eu li!

Já postei em outros momentos aqui os blogs da minha turma de 8º ano, né? Pois então, o trabalho continua! Com a diferença que eu resolvi também postar sobre o livro!!! Eles já começaram faz um tempo, então eu estaria atrasada.. mas, vamos ver o que rola!!!

Eu só soube que daria aula para o 8º no começo do ano, então não participei da escolha dos livros, alguns deles são novidades pra mim, e um dos que foi novidade é esse que eles estão lendo agora: A droga da obediência! 

O começo do livro já chamou minha atenção: colégio elite. Por  que será que o autor escolheu justamente esse nome para o colégio. Não gosto da palavra elite - ela seleciona, segrega, separa. Parece um pouco esnobe também. Não sei se eu gostaria de trabalhar em um colégio que se chama Elite. A princípio, o colégio fictício parece ser bem legal, sem campainhas para separar as aulas, regras criadas pelos próprios alunos e estes a seguem a risca. Parece o ideal mesmo de colégio. Assim sendo, o ideal só pode se restringir a Elite? 
Filosofias a parte, continuemos com a história a qual parece ser empolgante - sempre gostei de histórias com clubes secretos, esconderijos e tudo mais. Acho que todo mundo já quis fazer parte de uma sociedade secreta. E então, lá estão eles, os Karas! Ao que parece, os melhores da escola é que fazem parte - Miguel, o líder, Calú, Magrí e Crânio. - todos foram convocados para um reunião importante no esconderijo secreto. Ou não tem secreto assim.. foram descobertos! Por um nanico engraçadinho nanico chamado Chumbinho! 
Depois de todo um plano mirabolante, Chumbinho conseguiu se infiltrar entre os Karas. É óbvio que eles detestaram a ideia, e já estavam pensando em como despistar o intrometido. Mal sabiam eles que o Chumbinho seria importante para o tema da reunião secreta: garotos começam a desaparecer em várias escolas. E o primeiro do Elite acabara de desaparecer, o Bronca, o qual, pelo visto, era o maior casca grossa da escola. 
Surpreendentemente, quem tem a primeira pista é o novo "membro" da sociedade secreta, Chumbinho conta ao grupo que algo de estranho acontecera com o Bronca, pois ele se negou a matar aula, dizia que era proibido, que ele devia obedecer. 

("Elementar, meu caro Watson", um menino desobediente, de repente, começa a desobedecer..o livro se chama A droga da obediência... será que só eu chego a algumas conclusões?) 

Encerra-se a reunião. Cada um com sua tarefa e Chumbinho orgulhosíssimo por agora fazer parte d'os Karas. A pergunta é: como eles farão para resolver esse problema?? 

(continua..)  

quinta-feira, junho 10, 2010

Vingt-neuf jours!

Donnez moi une suite au Ritz, je n'en veux pas ! 

Des bijoux de chez CHANEL, je n'en veux pas ! 
Donnez moi une limousine, j'en ferais quoi ? papalapapapala 
Offrez moi du personnel, j'en ferais quoi ? 
Un manoir a Neufchatel, ce n'est pas pour moi. 
Offrez moi la Tour Eiffel, j'en ferais quoi ? papalapapapala 


Je Veux d'l'amour, d'la joie, de la bonne humeur, ce n'est pas votre argent qui f'ra mon bonheur, moi j'veux crever la main sur le coeur papalapapapala allons ensemble, découvrir ma liberté, oubliez donc tous vos clichés, bienvenue dans ma réalité. 

J'en ai marre de vos bonnes manières, c'est trop pour moi ! 
Moi je mange avec les mains et j'suis comme ça ! 
J'parle fort et je suis franche, excusez moi ! 
Finie l'hypocrisie moi j'me casse de là ! 
J'en ai marre des langues de bois ! 
Regardez moi, toute manière j'vous en veux pas et j'suis comme çaaaaaaa (j'suis comme çaaa) papalapapapala 


Je Veux d'l'amour, d'la joie, de la bonne humeur, ce n'est pas votre argent qui f'ra mon bonheur, moi j'veux crever la main sur le coeur papalapapapala Allons ensemble découvrir ma liberté, oubliez donc tous vos clichés, bienvenue dans ma réalité ! 


(Zaz, Je veux) 


http://www.youtube.com/watch?v=9-5fcFEohLA



sexta-feira, junho 04, 2010

Fui comprada.

Quando acontecem esses momentos mágicos, não é possível resistir. Estava lá, entre todos aqueles livros, já com uns quatro na mão decidindo se levaria todos ou se escolheria apenas um.Difícil escolher entre tantas belas capas. Poderia ficar com algo certo: Clarice. Meu quarto livro já.. ok, melhor renovar: Quintana! Acho que estou precisando de um pouco de poesia. Depois me encantei com Ricardo Azevedo - novamente a capa, a capa de xilogravura. Queria todos, mas ele me escolheu. 
Estava lá, entre tantos outros livros, a capa na verdade não me chamou atenção, o que realmente chamou a atenção foi um nome - Mia Couto. E quem me comprou, não foi a capa.. mas sim, a contra-capa. Como eu disse, não é possível resistir a esses momentos mágicos. E quem resistiria? 

"-Tens medo de fazer amor comigo?
- Tenho- respondeu ele. 
- Por eu ser preta?
- Tu não és preta. 
-Aqui, sou. 
-Não, não é por seres preta que eu tenho medo 
- Tens medo que eu esteja doente...
- Sei prevenir-me 
-É porquê, então? 
- Tenho medo de não regressar. Não regressar de ti."

(Veneno de Deus, remédio do Diabo, Mia Couto) 

Comprei. Estou lendo. Quem sabe um dia, lhes conto essa história! ;) 
Ocorreu um erro neste gadget